segunda-feira, 27 de abril de 2009

Ao LUIS ANTÓNIO



"VAIS SER TU QUE ME VAIS FECHAR AS PORTAS QUE ABRIL ABRIU"



Estas palavras ouvi hoje ao jantar, ditas pelo "puto" aqui do lado dirigindo-se à mãe, quando ela se pronunciava sobre o resultado de um teste que ele tinha feito e que o localizava muito à esquerda.

É o "meu" Luis António, de 18 anos, recém feitos, que tem uma postura, uma leitura da vida e uma garra de estar que me faz novamente acreditar.

A minha geração, aquela que passou por 1974, na pré ou na adolescência e que agora está no poder, deve ter tido algum virus no meio do processo, pois parece meia, ou mesmo inteiramente, canalizada para o egoísmo; o "eu" acima de tudo. (Ok! já sei que a generalização não é a melhor forma, mas convenhamos que se olharmos à nossa volta é o que ressalta).

Vejo agora nascer uma nova garra feita de valores puros (que nós apelidamos de ingénuos, do altos dos nosssos 40/50 anos) e que fizeram o espirito do 25 de Abril de 1974.
Não é lindo???

O SOL BRILHARÁ!!!

6 comentários:

Maria disse...

Pois não são os nossos filhos e netos que têm o dever de manter abertas as portas que Abril abriu?
É lindo, sim!
e não é possível voltar atrás (completamente)
:)

Beijo

sonhos/pesadelos disse...

a esperança nunca deve morrer, o sonho comanda a vida!!!!!!
bjs endiabrados

Emigrante disse...

Olá
Reparei agora que fiz uma grande injustiça à minha grande amiga - mãe do Luís António. Esta conversa decorre num tom de brincadeira, mas useia-a para ilustrar aquilo que penso.
A mãe do Luís António é uma MÃE e pedagoga de 1ª água.

Boa noite

Teresa

Luís. disse...

Ora muito obrigado! Sinto-me lisonjeado com o post, mas não sei se é bem verdade o que dizes sobre a minha geração. Podes-me chamar ingénuo ou positivamente activista, mas a minha geração é um monte de pessoas politicamente amorfas, essa é a triste verdade.

E tens um blog jeitoso, sim senhora. Tens de me ensinar aqui umas coisas, que já me superaste!

E não fechemos as portas que Abril abriu, seguidores do blog da minha querida vizinha.

são branca disse...

Eu ainda tenho esperança que eles não percam a "pica" porque os outros tornaram-se uns frouxos...

Anónimo disse...

Teresa, grande blogista ainal escolher o meu mano é facil. Mui bien teresa mui bien.